Convite a quem nos visita

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

O inferno e o céu na relação com os outros

O caminho faz-se caminhando:

Nesse «inferno» que às vezes pode ser a relação com os outros (como dizia o pensador e filósofo Jean Paul Sartre), pode ser que também esteja a descoberta, outras vezes, do céu. Porque apesar de tudo a relação com os outros tem sempre duas faces. A fraternidade é o maior desafio deste mundo e da vida concreta de cada pessoa, porém, é essencial que este valor faça parte deste mundo e oriente o coração da humanidade. Está mais que provado que a ausência deste valor tem levado tanta gente e muitos povos à desgraça do sofrimento e da morte cruel. Precisamos todos os dias de inspiração divina, para não vacilarmos diante dos desentendimentos, as incompreensões e de tudo o que provoca as divisões na relação com os outros. A lucidez, a paz interior e o discernimento são valores que nos guiam, mesmo que nos custe e nos faça ter que «engolir» a exasperação e todo rancor. A consciência do amor e a abertura de espírito à riqueza da paz deve nos anime sempre para o perdão e para o saudável convívio fraterno. Não há outro caminho para que sempre valha a pena ter vindo esta vida e estar mundo. O caminho faz-se caminhando:

Sem comentários: