Convite a quem nos visita

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Para que serve a oração?

Mesa da Palavra:
Comentário à Missa do Próximo domingo 
XVII Tempo Comum, 28 Julho de 2013

Não serve para nada viver no egoísmo desenfreado e na loucura da ruptura em relação aos outros para conseguir muitos bens e muita riqueza. O importante é procurar para si e para os outros o «pão de cada dia». A sobrevivência não depende da procura louca, mediante o egoísmo e a inveja para ter muita fortuna, mas na vivência dos valores do reino de Deus, isto é, na procura diária pela subsistência sem prejudicar ninguém. E mesmo assim, se com tudo o que fazemos deve estar a principal preocupação que estamos edificar o mundo e a vida para o bem dos nossos semelhantes.
De que vale ter muita riqueza se isso muitas vezes custou a perda da saúde, a exploração dos outros, a falta de escrúpulos em relação à aptidão para o roubo, a mentira foi o outro pão de cada dia, a luta agressiva contra os outros foi o caminho mais assumido, a irresponsabilidade tornou-se a lógica mais vivida, a destruição crua dos bens da natureza que pertencem a todos, o viver sem pensar em valores e centrado apenas na dimensão material da existência... A oração liberta-nos de tudo isto com ajuda de Deus e faz-nos ter consciência que afinal o que precisamos para ser felizes basta «o pão nosso de cada dia».

1 comentário:

José Ângelo Gonçalves de Paulos disse...

Amigo e Irmão Padre José Luís subscrevo totalmente o que disse.
Jesus foi isso. Não sei o que será este fenómeno de massas do Papa Francisco. No Brasil há-de tudo. Mas penso que ficará alguma coisa. Não sei se falou na teologia da Libertação.Ainda não o vi e ouvi falar no D.Helder Câmara, Pedro Casaldáliga, Paulo Evaristo de Arns e muitos outros que morreram pelos POBRES. Nas Irmãs Doroty e de uma outra que era irmà do Cardeal Arns.Vamos aguardar esta igreja das multidões. Penso que ele, Papa, não se serve do espectáculo, para cristianizar as pessoas. Mas, falta-me qq coisa...., para acreditar.Não basta ser o Papa do Povo, Viva JESUS!