Convite a quem nos visita

sábado, 28 de janeiro de 2017

Definição de ausência

Ensaio de poema para o nosso fim de semana. Sejam felizes sempre, nunca prejudicando ninguém.
Tenho saudades de Deus dentro do poema
por isso fujo das palavras
e corro como lebre no descampado cruel
sem refúgio de uma toca ou silvado protector
que me esconda a alma e o pensamento.

Há cães caçadores salivando a correr esbaforidos 
contra um inocente atirado às feras do mundo
mostram os dentes sedentos de carne fresca.

Tenho saudades de palavras 
que me façam lembrar o calor da mãe
naquele momento infantil
a dizer as primeiras letras do futuro
que a fé garantia que veria logo amanhã
pelas mãos e pelo olhar do fogo.

Tenho saudades de corpos celestes que a todos assustavam
naquela casa pobre da minha infância
penso nela todos os dias
porque moro agora numa ausência 
de um tempo que foi nosso e que até não se cumpriu.
Foi promessa, sempre será promessa. 
JLR

Sem comentários: